Citroën encerra a história do modelo Picasso no Brasil

Com menos de 300 unidades vendidas em 2018 e em declínio vertiginoso desde 2015, a montadora decidiu por encerrar a vida do modelo aqui no Brasil (que já nem era mais produzido aqui e sim importado).

A Citroën Picasso entrou no Brasil em 2001 para competir com o mesmo mercado do Scénic e Zafira, todos na categoria de MiniVans. Mas 18 anos no mercado não foram o suficiente para fazer o modelo cair no gosto dos brasileiros e mesmo após várias repaginações 2019 será o ultimo ano de venda do carro.

Por conta disso, a Citroën encerrou a história do Picasso no Brasil. A morte do nome, porém, já havia acontecido na Europa. Com o fim do acordo com a família do pintor, as minivans agora são chamadas em outro mercado de Tourer.

Fonte: 4Rodas

Deixe uma resposta